CAPTAÇÃO DE RECURSOS

Com nossa profunda experiência em processos de venda de empresas aliado ao nosso vasto acesso e network a fundos de private equity e investidores financeiros globais, servimos nossos clientes que desejam levantar recursos (equity) para acelerar o crescimento orgânico e/ou via aquisições da companhia.

Nossa filosofia de dedicação e proximidade com os clientes assegura avaliarmos corretamente a adequação do novo sócio, e sendo o caso, qual tipo de investidor melhor se adapta ao perfil do nosso cliente – entendemos que na venda de uma participação minoritária para um investidor financeiro uma série de pontos de reflexão devem ser adequadamente endereçados antes que a parceria seja efetivada. Definição de quanto deve ser aportado na companhia v.s. valores pagos diretamente a acionistas vendedores, acordos de acionistas, poderes de veto, definição de papéis na governança corporativa entre as partes, dentre inúmeras outras, são exemplos do que deve ser cuidadosa e meticulosamente analisado e acordado na captação de recursos.

Os sócios-fundadores da Astoria participam ativamente em todas as etapas de um processo de captação de recursos, cujos principais passos descrevemos resumidamente a seguir:

  1. Entendimento e diagnóstico
    • Entender e avaliar os objetivos e necessidades dos acionistas v.s. necessidades de capital novo na companhia
    • Aprofundar entendimento da companhia e como ela se insere em seu mercado de atuação
    • Discutir estratégia da companhia, suas alternativas de crescimento de longo prazo, bem como oportunidades e ameaças
    • Análise do fit estratégico de cada tipo de investidor financeiro / private equity que melhor se adequará a situação da companhia e seus acionistas
    • Discussão de alternativas para uma transação (venda de participação minoritária v.s. controle, entendimento do nível de ingerência que os acionistas desejam manter na companhia após a entrada do fundo, etc.)
  1. Avaliação econômico-financeira
    • Confirmação / ajuste do plano de negócios que irá embasar as projeções de resultados financeiros a serem utilizados no valuation (com e sem contemplar a entrada dos recursos na companhia por parte do investidor financeiro)
    • Elaboração de avaliação econômico-financeira (valuation) utilizando as metodologias que melhor se adequam à situação da companhia (fluxo de caixa descontado (DCF), múltiplos de empresas listadas no mercado de ações e múltiplos de transações comparáveis de M&A).
  1. Estruturação e definição do processo
    • Desenvolvimento da tese de investimento da companhia
    • Definição e detalhamento do perfil da transação a ser executada (montante de recursos aportados na companhia vs pagos a acionistas vendedores)
  1. Documentação de marketing para levantamento de recursos
    • Elaboração do material de venda (memorando de informações, apresentação institucional, etc) para apresentar a empresa e a tese de investimento para os potenciais investidores
  1. Início do processo de levantamento de recursos
    • Abordagem aos potenciais investidores previamente definidos em conjunto com os acionistas da companhia
    • Apresentação resumida da tese de investimento e envio de teaser descrevendo de forma sumarizada a oportunidade
    • Assinatura de um acordo de confidencialidade, garantindo o sigilo das informações que serão disponibilizadas aos potenciais investidores ao longo do processo
    • Disponibilização do material de venda, management presentations e visitas guiadas às instalações da companhia, quando aplicável
    • Coordenação e interações com potenciais investidores para dirimir eventuais dúvidas e fornecer informações adicionais, no caso a caso
    • Definição de um cronograma-alvo que será aplicado aos interessados durante o processo e garantir seu cumprimento
    • Recebimento de propostas não-vinculantes (non-binding offers) e seleção do(s) investidor(es) que serão escolhidos para a próxima fase
  1. Due diligence e estruturação da transação
    • Coordenar o acesso dos potenciais investidores selecionados ao data room, a ser montado e atualizado pelos auditores e advogados da companhia contendo informações detalhadas sobre a companhia
    • Evolução nas tratativas com os potenciais investidores, com foco na maximização de valor aos acionistas da companhia e termos e condições da sociedade / acordo de acionistas
    • Negociar e definir os principais termos da operação que deverão constar nas propostas vinculantes (binding offers) e acordos de acionistas dos potenciais investidores (valor de avaliação da companhia, montante a ser aportado na companhia, eventuais recursos pagos a acionistas vendedores (secundária), tratamento de contingências, garantias, etc.)
  1. Contratos definitivos e fechamento
    • Representante dos acionistas da companhia para discussão dos pontos mais sensíveis, preservando com isso a relação entre as partes
    • Coordenação das discussões entre os acionistas da companhia e o(s) potencial(ais) investidores(es) e seus respectivos assessores financeiros, advogados, auditores e consultores
    • Negociação e coordenação dos documentos da transação de venda: contrato de investimento / compra e venda, e acordo de acionistas
    • Closing e assinatura dos contratos definitivos